.................................................................................................................................................................................................................
Lesões dos meniscos
 

O que é uma lesão de menisco?
Os meniscos são pequenas estruturas de cartilagem (fibrocartilagem) em número de dois por joelho, localizadas sobre a superfície da tíbia.

A cartilagem do menisco tem uma superfície lisa e possui a capacidade de adaptar-se à compressão, deformando-se e retornando à sua forma original. Há um menisco na parte interna (medial) e outro na parte lateral da superfície da tíbia.

Os meniscos conectam-se à superfície da tíbia e fêmur e funcionam como absorvedores de choque durante os movimentos do joelho. Outras funções importantes são proporcionar estabilidade e auxiliar na lubrificação da cartilagem articular.

 

Como a lesão ocorre?
A lesão do menisco ocorre durante um movimento de torção do joelho que acontece de forma espontânea e sem contato (traumatismo indireto) ou provocada por contato do joelho contra outra estrutura, como nas quedas e acidentes (traumatismo direto).

O menisco também pode romper-se após sofrer um desgaste interno (degeneração) provocado por vários fatores como causas genéticas e instabilidades não tratadas do joelho.

 

 

Quais são os sintomas?
Após a lesão, os sintomas mais freqüentes são: dor localizada na parte interna (medial) ou externa (lateral) do joelho, inchaço, sensação de falseio, dificuldades para apoiar o pé no chão, limitação para estender ou flexionar o joelho totalmente, e também, nos casos mais graves, a sensação de bloqueio com impossibilidade total de mover o joelho.

 

Como a lesão é diagnosticada?
O médico deverá avaliar a história da lesão e, após examinar o joelho por meio de testes gerais e manobras específicas, poderá fazer um diagnóstico clínico, na maioria das vezes sem que haja a necessidade de realizar exames de imagem auxiliares.

As radiografias são sempre importantes na avaliação básica das lesões ortopédicas, mesmo que o diagnóstico clínico esteja evidente. O exame de ressonância magnética proporciona a confirmação do diagnóstico clínico e também permite identificar o tipo da lesão, tamanho e a presença de outras lesões associadas que não tenham sido identificadas antes.


  Como a lesão do menisco é tratada?
O tratamento começa na fase aguda, logo após a torção do joelho:

• Bolsa de gelo sobre o joelho durante 20 e 30 minutos, a cada 3 ou 4 horas, durante 2 ou 3 dias.
• Utilização de muletas com restrições ao apoio do pé no chão nos casos dolorosos.
• Medicamentos analgésicos ou antiinflamatórios após prescrição médica.
• Fisioterapia.

O tratamento cirúrgico, por meio de artroscopia, está indicado nos casos de lesões que provoquem dor persistente, falseio ou bloqueio articular. Nestes casos, o menisco pode ser parcialmente removido ou reparado (‘costurado’) caso seja possível.

 

Quando é possível voltar aos treinos?
O tempo de retorno ao esporte vai variar em função das características da lesão e do tratamento realizado. Os critérios de retorno ao esporte são:

• Movimento normal do joelho
• Recuperação da força
• Ausência de inchaço
• Exercícios de fortalecimento, corrida reta e curva sem restrições
• Capacidade de saltar sem dor

Bons treinos e cuidado com seus joelhos!

 

 

Por Cristiano Laurino
Matéria publicada originalmente na Revista SuperAção (Ed. 31)